Integrados na Variante à Madalena do Mar, na Ilha da Madeira, os túneis T1 e T2 foram construídos pelo método de escavação mineira. No seu conjunto, são dotados de cinco alargamentos para estacionamento, duas galerias de inversão de marcha (uma por túnel) e cinco galerias de emergência, totalizando cerca de 1330 m de extensão.

O túnel T1 tem um comprimento de 1912 m e 260 m de recobrimento máximo.

O túnel T2 tem um comprimento de 1535 m e 210 m de recobrimento máximo.

Ambos os túneis apresentam um gabarit de 4,7 x 7,6 m (l x h) e uma área exterior de 75 a 100 m².

No que diz respeito às condições geológico-geotécnicas, o traçado encontra-se implantado na proximidade de arribas costeiras, em terrenos pertencentes ao complexo vulcânico pós-Miocénico β2, interessando ainda, junto aos emboquilhamentos, depósitos recentes, que localmente assumem espessuras importantes.