PT | EN | FR | ES

 

 

 

 

 

 

 

MELHORIA DA MOBILIDADE EM TALATONA, LUANDA

Ponte sobre o Rio Cambamba

A atual travessia do Rio Cambamba na Rua da Vala, em Talatona, na capital de Angola, Luanda, está frequentemente sujeita a galgamentos provocados pelas chuvas de maior intensidade, razão pela qual é conhecida como a “Ponte Molhada”. Devido ao elevado tráfego que circula nessa via, as situações de galgamento têm tido graves consequências não só em termos de congestionamento, como também de arrastamento de pessoas, veículos e bens materiais pelo Rio Cambamba.

A COBA Angola, em parceria com a COBA Portugal, desenvolveu o Projeto de Execução de uma nova Ponte sobre o Rio Cambamba, para a Tecnovia Angola. O Dono de Obra é o Ministério da Construção da Republica de Angola, por via da Direção Nacional de Infraestruturas Rodoviárias (DNIR).

A Rua da Vala é uma rua urbana com elevada ocupação habitacional do lado de Benfica após a margem esquerda do Rio Cambamba. Por esse motivo, o restabelecimento da rua situa-se precisamente sobre a rua atual e a nova ponte permitirá a transposição segura do rio, no cenário da cheia centenária.

O traçado do restabelecimento da rua apresenta uma extensão de 637 m, com uma via por sentido com 3.50 m de largura, bermas de 2.00 m de largura em terrapleno e 1.00 m na ponte, e passeios contínuos com 1.50 m de largura livre.

A ponte é constituída por um pórtico de cinco vãos, com vãos parciais de 16 e 20 m, perfazendo um total de 92 m de comprimento, materializada em betão armado. O tabuleiro, em laje vazada, apresenta uma largura de 12.50 m, de modo acomodar uma via de tráfego por sentido, situação que corresponde à atualmente existente. As fundações da Ponte são materializadas em estacas com 0.80 m de diâmetro com profundidades entre os 24 e 28 m.

Do lado da margem esquerda do Rio Cambamba, devido à forte ocupação existente, a aproximação à ponte é materializada através de muros laterais de altura variável em betão armado, apresentando uma extensão total de 92 m de ambos os lados.

Atualmente, a obra encontra-se em execução, estando prevista a sua inauguração no 2º trimestre de 2015.

Reformulação do Nó de Ligação entre a Estrada da Samba e a Avenida Van-Dúnem Loy

Na zona sul de Luanda, em Talatona, o nó entre a Estrada da Samba e a Avenida Van-Dúnem Loy é um dos principais nós de ligação da cidade, apresentando diariamente uma elevada densidade de tráfego, com frequentes e prolongados congestionamentos de trânsito

A atual geometria do nó obriga à realização de inversões de marcha em retornos centrais nestas vias, para viabilizar mudanças de direção à esquerda, agravando substancialmente os engarrafamentos neste local e obrigando a percorrer extensões adicionais elevadas. Este nó inclui ainda uma importante via de acesso à zona central de Talatona, assumindo-se, atualmente e no futuro, devido à proximidade com o Futungo de Belas, como um nó nevrálgico das infraestruturas rodoviárias na região de Luanda.

O Grupo COBA, através da COBA Angola e da COBA Portugal, desenvolveu um Estudo Conceptual para a reformulação do atual nó, para a Tecnovia Angola. O Dono de Obra é o Ministério da Construção da Republica de Angola, por via da Direção Nacional de Infraestruturas Rodoviárias (DNIR).

A obra de reformulação do nó insere-se no programa de projetos estruturantes de Angola e foi recentemente adjudicada à Tecnovia Angola. O Grupo COBA irá assegurar os serviços de Engenharia na realização do Projeto de Execução e no acompanhamento técnico da obra.

Lx, 20 Fev 2015