PT | EN | FR | ES

 

 

ANGOLA - APROVEITAMENTO HIDROELÉCTRICO DE CHICAPA II, NA LUNDA SUL

No âmbito de um contrato celebrado com o Ministério da Energia e Águas de Angola (MINEA) o grupo COBA está a concluir os estudos e projectos, incluindo o estudo de impacte ambiental, para o Aproveitamento Hidroeléctrico de Chicapa II, junto a Saurimo, na Lunda Sul.

Os estudos preliminares para identificar um aproveitamento de regularização a montante de Chicapa I foram realizados há mais de 40 anos, promovidos pela então DIAMANG. Já nos anos oitenta do século passado, ficou retida a localização do aproveitamento de Chicapa II tendo sido escolhido para a implantação da barragem um local imediatamente a montante do aproveitamento existente de Chicapa I, num troço do rio com rápidos e pequenas quedas precedendo as quedas de Chicapa. O Aproveitamento está a cerca de 20 km a norte da cidade de Saurimo.

Os serviços contratados com o MINEA tiveram como objectivo a realização dos estudos de base, a análise da viabilidade técnica, económica e ambiental, a elaboração do projecto base e preparação das especificações técnicas e documentos de concurso para a construção e fornecimento de equipamentos do Aproveitamento Hidroeléctrico de Chicapa II.

De forma a permitir o licenciamento do aproveitamento foi desenvolvido o estudo de impacte ambiental.

Durante a elaboração dos estudos e projectos foram realizados todos os trabalhos de campo, de cartografia e de topografia, bem como os de prospecção geológica/geotécnica dos locais de implantação das obras e de obtenção de materiais de construção.

Da comparação de variantes, feita no estudo de viabilidade, foi retida a solução constituída por uma barragem mista, de aterro homogéneo com um troço central em betão incorporando os órgãos hidráulicos, com um desenvolvimento total de cerca de 2460 m e 24 m de altura máxima. O descarregador de cheias será equipado com comportas de segmento e foi dimensionado para um caudal máximo de 467 m3/s.

Aproveitando o desnível do rio, a central hidroeléctrica está distanciada de cerca de 270 m da barragem. Na central serão instalados três grupos turbina-alternador com turbinas Kaplan de eixo vertical com potência unitária de 10 MW turbinando um caudal nominal de 41 m3/s sob queda útil de 26,6 m.

Completam o aproveitamento a subestação exterior de 60 kV e a linha eléctrica de ligação à subestação de Saurimo de 220 kV/60kV da rede do sistema Leste, distando cerca de 8 km do aproveitamento.

Prevê-se um prazo de execução de três anos.

O Aproveitamento de Chicapa II terá uma produção anual média de 111 GWh/ano e contribuirá para um aumento da produção de cerca de 52 GWh/ano no Aproveitamento de Chicapa I. A produção média dos dois aproveitamentos após a construção de Chicapa II será de 250 GWh/ano.

À excepção dos trabalhos de prospecção geológica, todos os restantes trabalhos, estudos e projectos foram desenvolvidos por diversas empresas do Grupo nomeadamente a COBAngola, a LandCOBA, a Tetraplano e a COBA Portugal.

Lx, 30 Nov 2015