1. 28 de Junho de 1962 - fundação da COBA por um grupo de especialistas portugueses de renome internacional no domínio das barragens abóbada, liderado pelo Professor Joaquim Laginha Serafim;

    Primeiros contratos em Portugal, Brasil, Costa Rica, Espanha e Grécia;

    Fundação no Brasil de duas empresas: COBA, SA e a ERN, SA;

    Fundação em Espanha da CONSULPRESA;

    Primeiros passos para uma colaboração duradoura com Angola e Moçambique;

    24 de Julho de 1969 - Transformação da empresa em Sociedade Anónima;

    Primeiro projecto de abastecimento de água com o "Reforço do Sistema de Abastecimento de Água à Região de Lisboa".

  2. Intensificação de actividade nos domínios das Estradas e da Agricultura;

    Início de actividade na área do Saneamento Básico;

    Aquisição das primeiras instalações próprias em Lisboa;

    Entrada no mercado Argelino.

  3. Aquisição do Edifício COBA, em Lisboa, onde se mantém a sede da empresa;

    Novo Conselho de Administração liderado pelo Doutor Ricardo Oliveira, por proposta dos fundadores da empresa;

    Desenvolvimentos nas áreas Ferroviária e Ambiental;

    Grande actividade internacional em Angola, na Argélia e em Moçambique.

  4. Primeiros contratos em Marrocos e alargamento da actividade a numerosos países africanos e latino-americanos;

    Ponte Vasco da Gama - projecto marcante na vida da COBA;

    Intensificação da actividade para clientes privados em resultado do crescimento de contratos de concepção-construção e de exploração em regime de concessão;

    Cartografia e Cadastro - uma nova actividade na empresa;

    Reinício de actividade regular no Brasil nas áreas das barragens, recursos hídricos, agricultura e transportes.

  5. Consolidação da posição de líder do mercado nacional no Sector dos Serviços de Engenharia;

    Alargamento da sua acção a mais países - Senegal, Guiné Equatorial, Hungria, Bulgária, República do Congo, Ghana - em alguns casos, como empresa projectista de grupos portugueses interessados em concessões de serviços;

    Ampliação do Grupo Coba que conta actualmente com uma dúzia de empresas em Portugal e no estrangeiro.

  6. Mudança societária e criação da COBA Holdings, com a consequente reorganização do Grupo naquilo que são as suas empresas regionais e participadas;

    Consolidação da presença em Angola e fortalecimento da estrutura empresarial local;

    Reforço da intervenção no Planeamento de Recursos e no Uso da Água, nomeadamente para Produção de Energia;

    Alargamento da implantação geográfica com a criação das Sucursais no Peru e na Colômbia.

  7. Novos contratos(?).