PERU - ADJUDICADA A CONSTRUÇÃO DA VIA RÁPIDA DE CUSCO

No passado mês de dezembro foi adjudicada a construção do projeto rodoviário da Via Expresa de Cusco desenvolvido pela COBA no Peru, na cidade de Cusco, classificada como Capital Histórica e Património da Humanidade. A este concurso de construção apresentaram-se várias empresas chinesas e espanholas, tendo sido adjudicado à China Gezhouba Group Company Ltd por um valor de 289 218 000 PEN (cerca de 66 750 000 €) e um prazo de construção de 24 meses.

O projeto de execução da Via Expresa de Cusco (Estudio Definitivo del Proyecto Mejoramiento Integral de la Via Expresa de la Ciudad del Cusco: Ovalo Libertadores – Puente Costanera – Nodo Versalles) foi desenvolvido pela COBA em consorcio com a CPS, empresa peruana de média dimensão, tendo como cliente o Governo Regional de Cusco e financiamento do BM (BIRF).

Trata-se de uma avenida urbana, com uma extensão total de 6.9 km, localizada imediatamente a norte do Aeroporto Internacional de Cusco. O projeto visa a requalificação urbana desta zona, atualmente degradada e com uma utilização residencial e industrial.

A solução desenvolvida consiste numa avenida urbana, com quatro vias de circulação automóvel por sentido, destinando-se duas vias laterais a tráfego local e à circulação de transportes coletivos de passageiros. A interação com as ruas e avenidas transversais é assegurada por rotundas ovais do tipo aberto e nós desnivelados nas zonas terminais da via. Inclui ainda várias obras de arte associadas aos três cruzamentos da avenida com rio Huatanay. Ao longo da avenida estão também contempladas vias para ciclistas, passeios largos, zonas de estacionamento, zonas de jardim e de utilização multiusos.

A COBA assegurou diretamente as especialidades de traçado rodoviário associado à requalificação urbana, pavimentação, solos, fontes de água e manchas de empréstimo.

 

Lx, 11 Jan 2021